Biodiversidade e saberes populares.

3:40
 
Del
 

Manage episode 313125828 series 3259842
Av multimidiavillage oppdaget av Player FM og vårt samfunn — opphavsrett er eid av utgiveren, ikke Plaer FM, og lyd streames direkte fra deres servere. Trykk på Abonner knappen for å spore oppdateringer i Player FM, eller lim inn feed URLen til andre podcast apper.

A biodiversidade é definida pela Convenção sobre a Diversidade Biológica como “a variabilidade entre os seres vivos de todas as origens, inter alia, a terrestre, a marinha e outros ecossistemas aquáticos e os complexos ecológicos dos quais fazem parte: isso inclui a diversidade no interior das espécies, entre as espécies e entre espécies e ecossistemas”. Os conhecimentos indígenas são amplamente utilizados no Brasil como os modelos de sistemas agroflorestais (SAF's). A agrofloresta tem como berço os saberes indígenas sobre as florestas, imitando seu modo de crescimento e estabilidade, garantido assim a produção agrícola e a biodiversidade da fauna e da flora nos ecossistemas. Podemos identificar ainda várias populações tradicionais não-indígenas responsáveis pelo dominio do saber popular sobre o meio ambiente.

Comentaremos apenas algunas dessas comunidades.

Os caiçaras apresentam uma forma de vida baseada em atividades de agricultura itinerante, da pequena pesca, do extrativismo vegetal e do artesanato. Possuem conhecimento da fauna e da flora e pelos sistemas tradicionais de manejo dos recursos naturais de que dispõem. Os jangadeiros são essencialmente pescadores marítimos que habitam a faixa costeira situada entre o Ceará e o sul da Bahia; pescando com jangadas. Os jangadeiros têm demonstrado um grande conheci mento da diversidade das espécies de pescado que capturam, conhecendo a sazonalidade, os hábitos migratórios e alimentares de um grande número de peixes, sobretudo os de fundo. Os quilombolas são descendentes dos escravos que vivem em enclaves comunitários, muitas vezes antigas fazendas deixadas pelos antigos grandes proprietários. Apresentam uma cultura e uma história particular, marcadas pela influência de suas origens não só nas atividades agrícolas, mas também nas religiosas. Os pescadores pertencem à categoria de população não-tradicional está espalhada pelo litoral, pelos rios e pelos lagos e tem um modo de vida baseado principalmente na pesca, ainda que exerça outras atividades econômicas complementares, como o extrativismo vegetal, o artesanato e a pequena agricultura. Você ficou sabendo um pouco sobre a importancia das comunidades pelo dominio do saber popular sobre técnicas e manejo do meio ambiente.

Biodiversity is defined by the Convention on Biological Diversity as “the variability between living beings of all origins, inter alia, terrestrial, marine and other aquatic ecosystems and the ecological complexes of which they are a part: this includes diversity in the interior of species, between species and between species and ecosystems ”. Indigenous knowledge is widely used in Brazil as models of agroforestry systems (SAF's). Agroforestry has as its cradle indigenous knowledge about forests, imitating their way of growth and stability, thus guaranteeing agricultural production and the biodiversity of fauna and flora in ecosystems. We can also identify several traditional non-indigenous populations responsible for dominating popular knowledge about the environment. We will only comment on some of these communities. Caiçaras have a way of life based on activities of itinerant agriculture, small fishing, vegetal extraction and handicrafts. They have knowledge of the fauna and flora and the traditional systems for managing the natural resources they have. Jangadeiros are essentially marine fishermen who inhabit the coastal strip between Ceará and southern Bahia; fishing with rafts. Jangadeiros have demonstrated a great knowledge of the diversity of fish species they catch, knowing the seasonality, migratory and feeding habits of a large number of fish, especially bottom fish. The Quilombolas present a particular culture and history, marked by the African influence not only in agricultural activities, but also in religious ones. Fishermen belong to the category of non-traditional population living near the coastline.

--- Send in a voice message: https://anchor.fm/multimidiavillage/message

112 episoder